- Publicidade -

Café da noite com a BP: Ibovespa fecha no vermelho pelo 6º pregão seguido em meio a quedas no exterior; dólar avança a R$ 5,40

O Ibovespa encerrou em queda nesta quarta-feira (27), consolidando o sexto pregão consecutivo de baixa para o índice. O decorrer da sessão foi marcado por bastante volatilidade, que se intensificou com a desvalorização de ações da Vale (VALE3) e de siderúrgicas, sem contar nas oscilações que ocorreram entre os papéis das instituições financeiras.

No exterior, o fraco desempenho de empresas como a Boeing, que caiu 4% após um prejuízo de US$ 11,9 bilhões, puxaram o resultado negativo dos índices das bolsas americanas, fazendo com que todas registrassem queda superior a 2%. Ainda nos EUA, a decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) de manter os juros na banda entre 0% e 0,25% ao ano foi um dos assuntos mais debatidos pelos investidores.

Um dos motivos que incentivaram o debate é a preocupação com uma possível redução nas compras de títulos pelo Federal Reserve. O Fed expandiu suas aquisições em mais de US$ 3 trilhões desde o começo da pandemia da Covid-19, aumentando seu balanço para quase US$ 7,5 trilhões.

Na Ásia, o Escritório Nacional de Estatística da China revelou que os lucros industriais avançaram 20,1% em dezembro ante o mesmo mês de 2019.

Bolsa

O Ibovespa teve queda de 0,5%, a 115.882 pontos com volume financeiro de R$ 35,38 bilhões.

Dólar

O dólar comercial subiu 1,51% a R$ 5,40.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas