- Publicidade -

Ibovespa alcança 122 mil pontos e bate máxima de janeiro puxado por dados de emprego dos EUA; dólar cai a R$ 5,23

O Ibovespa encerrou em alta de 1,77%, nesta sexta-feira (7), alavancado pela divulgação dos dados de emprego nos Estados Unidos, que vieram abaixo do esperado. Com o desempenho de hoje, o principal benchmark da bolsa conseguiu superar os 122 mil pontos pela primeira vez desde 14 de janeiro, quando fechou a 123.480 pontos. Quem também superou o resultado da mesma data foi o dólar, que atingiu seu menor patamar desde o início do ano, caindo 0,97%.

Nos EUA, o Departamento de Trabalho do país revelou a criação de apenas 266 mil vagas de trabalho em abril, bem inferior as projeções de economistas, que apontavam para 900 mil vagas. Apesar disso, a notícia foi um bom sinal para os investidores de todo o mundo, pois números reduzidos indicam uma recuperação não tão forte da economia, e com isso o Fed (banco central americano) não irá fazer alterações na política monetária.

Os índices americanos reagiram bem a não elevação dos juros, e Nasdaq fechou em forte alta enquanto S&P 500 e Dow Jones bateram recordes históricos.

No cenário interno, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que as vendas do varejo sofreram queda de 0,6% em março na comparação com fevereiro. Mesmo com o saldo negativo, o resultado avançou 2,4% em relação ao mesmo mês de 2020.

De volta ao exterior, o dia foi morno para as bolsas asiáticas, que registraram leves alta apesar dos dados consistentes do setor de serviços e da balança comercial.

Bolsa

O Ibovespa teve alta de 1,77%, a 122.038 pontos com volume financeiro negociado de R$ 31,47 bilhões.

Dólar

O dólar comercial caiu 0,97% a R$ 5,228. Vale salientar que, em janeiro, a moeda americana havia sido cotada a R$ 5,212.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas