- Publicidade -

Ibovespa fecha em forte queda puxado por Petrobras e atinge menor patamar desde dezembro; dólar avança a R$ 5,51

O Ibovespa encerrou em expressiva queda nesta quinta-feira (25), puxado pelo mal desempenho das ações da Petrobras e pelo tom de desconfiança no exterior.

Um dos motivos para a baixa nos papéis da estatal hoje é a incerteza dos investidores acerca das afirmações do presidente da República, Jair Bolsonaro. Em mais uma fala controversa à pauta liberal do governo, ele disse que a “nova dinâmica” na Petrobras “vai surpreender positivamente quem depende dos seus produtos”, entretanto, o resultado da companhia nesta quinta mostra que o presidente não agradou muito o mercado.

Apesar disso, a empresa divulgou que lucrou R$ 59,89 bilhões no quarto trimestre, o que surpreendeu positivamente os investidores. O valor é um avanço significativo frente ao do trimestre anterior, quando foi registrado um prejuízo de R$ 1,54 bilhão.

Além da petroleira, Ambev (ABEV3), AES Brasil (TIET11) e Ultrapar (UGPA3) foram outras companhias que divulgaram sua arrecadação e movimentaram o cenário financeiro.

Voltando a política, Bolsonaro tentou reiterar o compromisso com a agenda liberal e foi pessoalmente à Câmara dos Deputados entregar o projeto de lei que abre caminho para a privatização dos Correios.

No Congresso, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), admitiu a possibilidade de fatiar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial e aprovar apenas a autorização para uma nova rodada do auxílio emergencial este ano, deixando os dispositivos de contenção de gastos para depois.

No radar internacional, após a máxima de 1,54% ao ano ter sido renovada sob o rendimento da treasurie (o título do Tesouro dos EUA) de 10 anos, os principais índices dos Estados Unidos contiveram as altas.

Ainda no território americano, o Departamento de Comércio do país lançou hoje a segunda estimativa do Produto Interno Bruto (PIB), e relatou crescimento de 4,1% no quarto trimestre de 2020 ante o terceiro trimestre.

Bolsa

O Ibovespa caiu 2,95%, a 112.256 pontos com volume financeiro negociado de R$ 39,87 bilhões. A partir desse resultado, o índice marca seu menor patamar de fechamento desde 2 de dezembro, quando encerrou o pregão cotado a 111.878 pontos.

Dólar

O dólar comercial subiu 1,72% a R$ 5,51.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas