- Publicidade -

Ibovespa opera em queda, impactado por falas de Bolsonaro sobre a Petrobras

As falas do presidente Jair Bolsonaro sobre a Petrobras, sua declarada insatisfação com a política de preços e com o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, impactaram frontalmente o movimento da bolsa brasileira nesta sexta-feira (19). O movimento negativo nas ações da estatal forçaram movimento negativo do Ibovespa.

As listagens PETROBRAS ON N2 e PETROBRAS PN N2 chegaram a apresentar queda de 5,88% e 5,12%, respectivamente.

A postura do presidente é de clara tentativa de intervenção nos preços aplicados pela estatal e, por isso, os analistas compreendem que há uma intenção de demissão do atual presidente da estatal, o qual tem agradado o mercado ao concretizar os planos de recuperação da empresa. Para efetivar a demissão do chefe da Petrobras, Bolsonaro necessita da concordância do Conselho de Administração da empresa, o qual já prenuncia posicionamento contrário.

Apuração de Miriam Leitão antecipou que, caso o presidente continue a forçar a situação, “o conselho pode renunciar e a Diretoria Executiva pode pedir demissão coletiva”. O movimento do presidente concretiza o desejo de fazer intervenção nos preços, assim como fez a ex-presidente Dilma Rousseff (veja mais).

Bolsonaro também decidiu que a partir de 1º de março não haverá mais qualquer imposto federal incidindo sobre o óleo diesel.

Às 12h00, horário de Brasília, o Ibovespava apresentava queda de de 0,63%, a 118.450 pontos. O dólar também seguia movimento negativo, com retração a de 0,83%, cotado a R$ 5,39.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas