- Publicidade -

Decisão de saída de Bill Gates do Conselho da Microsoft foi por relacionamento inapropriado

Os membros do conselho da Microsoft Corp. decidiram que Bill Gates precisava renunciar ao conselho em 2020, enquanto realizavam uma investigação sobre o relacionamento romântico anterior do bilionário com uma funcionária da Microsoft que foi considerado impróprio, segundo fontes.

Membros do conselho, contrataram um escritório de advocacia  para ficar responsável pelo assunto. Durante a investigação, alguns membros do conselho decidiram que não era mais adequado que Gates ocupasse o cargo de diretor da empresa de software que fundou e liderou por décadas. E segundo fontes, Gates renunciou antes que a investigação do conselho fosse concluída,.

“A Microsoft recebeu uma preocupação na segunda metade de 2019 de que Bill Gates pretendia iniciar um relacionamento íntimo com uma funcionária da empresa no ano 2000”, disse um porta-voz da Microsoft. “Um comitê do Conselho analisou a preocupação, auxiliado por um escritório de advocacia externo para conduzir uma investigação completa. Durante a investigação, a Microsoft forneceu amplo suporte ao funcionário que levantou a preocupação.”

Uma porta-voz de Gates disse: “Houve um caso há quase 20 anos que terminou amigavelmente”. Ela disse que sua “decisão de deixar o conselho de administração não estava de forma alguma relacionada a este assunto. Na verdade, ele expressou interesse em dedicar mais tempo à sua filantropia, começando vários anos antes.”

O Sr. Gates renunciou ao conselho da Microsoft em 13 de março de 2020, três meses depois de ter sido reeleito para seu cargo. Em um comunicado à imprensa enviado a reguladores e uma postagem no LinkedIn, o bilionário disse que queria se concentrar em sua filantropia e que continuaria a servir como assessor técnico do presidente-executivo Satya Nadella. Naquele mesmo dia, ele também deixou seu cargo no conselho da Berkshire Hathaway Inc., o conglomerado comandado por Warren Buffett, amigo de Gates.

Gates e sua esposa Melinda French Gates anunciaram no início deste mês que estavam terminando seu casamento após 27 anos. Em um comunicado conjunto postado no Twitter, o casal disse: “Não acreditamos mais que podemos crescer juntos como um casal nesta próxima fase de nossas vidas”. Em uma petição de divórcio, French Gates disse que seu casamento estava “irremediavelmente rompido”.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas