- Publicidade -

Grupo Imetame irá instalar complexo portuário de R$ 1,7 bilhão no ES

Projeto deverá permitir ao estado receber navios de longo curso, modalidade de navegação com escalas internacionais.

O Grupo Imetame recebeu a última autorização necessária para iniciar a construção de um complexo portuário privado em Aracruz, Espírito Santo. Segundo o Valor, as obras começarão em breve e devem custar em torno de R$ 1,7 bilhão.

O tempo estimado de conclusão é de três anos, mas, segundo Cristiane Marsillac, líder da divisão de logística da companhia, em dois anos e meio o porto já poderá operar de forma parcial.

O complexo será dividido em pelo menos três terminais. Um focado em contêineres, com fluxo inicial de 300 mil TEUs (unidade equivalente a 20 pés) por ano, mas com potencial para chegar a 1 milhão de TEUs posteriormente; outro voltado para granéis sólidos, principalmente soja, com capacidade para movimentar 10 milhões de toneladas por ano; e o último terminal, um pouco menor que os outros, destinado à carga geral. O grupo ainda estuda a possibilidade de uma quarta área para abrigar uma operação de óleo e gás.

O diferencial do novo empreendimento será sua profundidade, de 17 metros. Com esse espaço, o porto poderá receber as maiores embarcações do mercado global, o que garante mais cargas e mais ganhos de escala, afirma Marsillac. “Esse é um dos pontos-chave, um diferencial estrutural do porto”, comenta. 

A executiva ainda afirma que a empresa possui em caixa boa parte do valor necessário para o projeto, mas os recursos restantes ainda deverão ser obtidos através de um sócio operador ou de um financiamento.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas