- Publicidade -

Ajuste mais acelerado de juros é a chave para controlar expectativas de inflação, diz diretor do BC

A intenção é garantir que choque inflacionário será temporário.

Durante evento organizado pelo Credit Suisse nesta sexta-feira (14), o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra Fernandes, afirmou que o ajuste mais acelerado dos juros, implementado desde março, “é a chave para controlar as expectativas [de inflação] e para garantir que esse choque seja, de fato, temporário”.

Segundo o Valor, o diretor chegou a ser questionado sobre a possibilidade de ajustes parciais da política monetária, com a Selic não atingindo o nível neutro. Mas ele se defendeu afirmando uma melhora na transparência da autoridade monetária, que tem publicado suas estimativas de hiato do produto e de taxa de juros neutra.

“O ajuste total de uma vez só levaria as projeções de inflação para níveis abaixo do consistente com a meta no horizonte relevante”, disse Serra sobre as projeções de inflação do Copom.

Bruno Serra reconheceu que existe o risco de elevação inflacionária, mas pontuou que é justamente o trabalho do BC monitorar e conter a situação, caso necessário. O diretor ressaltou que o banco irá agir assim que identificar um aumento de risco, mas disse que não é capaz de prever tão longe o futuro para dizer o que o órgão fará quanto ao ritmo futuro de ajuste na taxa básica de juros.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas