- Publicidade -

Desafios do empreendedorismo na pandemia

Empreender sempre vai ser uma função rodeada de desafios, e a pandemia do novo coronavírus, sem dúvidas é um dos maiores. Todas as empresas, independente do segmento, estão passando por dificuldades recorrente a pandemia do vírus Sars-Cov-2 que iniciou no início de 2020.

Neste momento caótico, a Confraria do Empreendedor tornou-se essencial para quase 1.000 empresas no Brasil e no exterior. A nossa rede de empreendedores conta com o apoio de profissionais para reestruturação e continuidade no mercado de trabalho mesmo diante a uma pandemia.

Mudança de hábitos é essencial neste momento

No momento de desespero em ver sua empresa apresentar números cada vez mais decadentes no faturamento, ter que se adaptar a um ambiente totalmente virtual, entre outras inúmeras ações de mudanças, podem ter sido os verdadeiros motivos para muitas empresas falirem.

Em contrapartida, essas mesmas ações foram como combustíveis para empreendedores apresentarem números ainda mais elevados do que comparados ao ano anterior. A Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) mostrou que categorias de bens de consumo chegaram a ter crescimento de 100% no comércio online.

Por outro lado, os números sobre falência são preocupantes: empresas de diferentes portes e segmentos no primeiro semestre de 2020, fazem parte dos pedidos de falência que avançaram 34,2% no país, segundo levantamento nacional da Boa Vista.

Os riscos dos empréstimos para empreendedores na pandemia

Em menos de 4 meses do início da pandemia, o Sebrae divulgou que 46% dos pequenos empreendedores brasileiros já haviam procurado os bancos para se financiar durante a pandemia da Covid-19.

Em entrevista para Folha de São Paulo, a co-fundadora da Confraria, Natália Lazarini, falou sobre a situação atual e os perigos em contar com financiamentos. A mesma sugere que antes de pegar empréstimos, o ideal é tentar se reinventar, agregando diferenciais ao portfólio.

A empresária ainda compartilhou com os associados Confrades a sua experiência no começo da jornada: “Quando estruturei a minha primeira Startup a minha reserva de caixa, representava 12 vezes as minhas despesas, caso isso não fosse possível, infelizmente eu acreditava que ainda a empresa não estava preparada para contratar minha primeira funcionária”.

Na verdade, sempre é dado esse tipo de informação no Grupo dos Confrades, o ideal mesmo é desde o início montar uma reserva de emergência para evitar ao máximo recorrer a linhas de créditos em momentos como esses e muitos outros que podem resultar em uma crise empresarial.

Essas e outras dicas de planejamento financeiro são as verdadeiras responsáveis por muitas empresas estarem passando por esse momento com mais “tranquilidade” do que outras.

Faça parte do Grupo dos Confrades

Para os empreendedores que passam por um dos momentos mais difíceis por conta do coronavírus, isolamento social e quarentena, as mudanças e adaptações precisam acontecer — e para os Confrades, contar com uma rede de empreendedorismo com mais de 1.000 profissionais especialistas em empreender, está sendo essencial.

Quer fazer parte desse time e contar com esses e muitos outros aprendizados? Se inscreva em nosso site e conte com um ambiente informal de conexões que tem como propósito a contribuição para o crescimento profissional um do outro!

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas