- Publicidade -

Empresas: Mercado Livre irá investir R$ 10 bilhões no Brasil; JBS captará R$ 1,8 bilhão para adquirir gado; e saem mais resultados do quarto trimestre

Confira as novidades da bolsa nesta terça-feira (2)

Temos como destaque nesta terça o Mercado Livre, que decidiu investir R$ 10 bilhões no país. A empresa informou que o investimento será utilizado para dar sequência à expansão da malha logística da companhia.

A JBS também pretende expandir a companhia e irá captar R$ 1,8 bilhão em debêntures simples para a compra de bovinos.

Saem ainda os resultados do último trimestre das empresas Pague Menos e PetroRio.

Mercado Livre (MELI34)

O presidente de Commerce do Mercado Livre, Stelleo Tolda, informou que a companhia irá investir R$ 10 bilhões no Brasil, neste ano. Segundo o InfoMoney, o montante corresponde ao já aportado na operação do país nos últimos quatro anos.

“Os recursos serão usados para dar sequência ao plano de expansão da malha logística, da conta Mercado Pago e da força competitiva do marketplace no Brasil”, disse o presidente durante a apresentação do resultado da companhia para investidores. De acordo com Tolda, os recursos também serão direcionados para iniciativas de impacto ambiental e social ao longo deste ano.

PetroRio (PRIO3)

A petroleira PetroRio encerrou o quarto trimestre de 2020 com lucro líquido de R$ 675,8 milhões, queda de 13% comparado com o mesmo período de 2019, em resultado sem IFRS-16.

O Ebitda ajustado, deste mesmo trimestre, somou R$ 465,1 milhões, alta de 54% em relação ao ano anterior. A receita do último trimestre foi de R$ 880,03 milhões, crescimento de 58% no comparativo anual.

No ano todo, a companhia reportou lucro líquido de R$ 528,1 milhões, queda de 41%, e Ebitda ajustado no valor de R$ 876,7 milhões, crescente de 9% comparado ao ano ateriorl.

JBS (JBSS3)

Para comprar bovinos de produtoras rurais, a JBS irá captar até R$ 1,8 bilhão em debêntures simples, de acordo com a ata de reunião do conselho de administração da empresa, que concordou com a proposta. A emissão será feita em até duas séries, com prazos de, respectivamente, sete e dez anos.

Pague Menos (PGMN3)

A Pague Menos registrou lucro líquido ajustado de R$ 37,5 milhões no quarto trimestre de 2020, crescente de 147,7% em relação ao mesmo período de 2019. Já na soma do ano todo, o lucro líquido totalizou R$ 96 milhões, revertendo a baixa de R$ 46,9 milhões do ano anterior.

O Ebitda ajustado totalizou R$ 157 milhões entre outubro e dezembro, alta de 2,5% ante o mesmo intervalo do ano anterior. No ano passado, o valor subiu 14,2%, para R$ 572,4 milhões.

A receita bruta da companhia também encerrou em alta, 12,1%, em relação ao quarto trimestre de 2019. A somatória foi de R$ 1,955 bilhão. No acumulado do ano, a receita bruta foi de R$ 7,308 bilhões, crescente de 7,6% ante 2019.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas