- Publicidade -

Gestor do Brzp11, Ricardo Propheta explica motivos para setor de infraestrutura estar conquistando investidores

Em conversa com a BP Money, o gestor do Brzp11, Ricardo Propheta, falou um pouco sobre o BRZ Infra Portos e explicou os motivos para o setor de infraestrutura está conquistando os investidores. Confira a entrevista na íntegra:

Qual é o projeto do BRZ Infra Portos?

“O BRZ Infra Portos é um fundo de investimento em participações do setor de infraestrutura [FIP-IE], e que consequentemente tem benefícios fiscais, como isenção fiscal para distribuições e ganhos de capital para pessoa física”, disse o gestor.

“Nós operamos na Bolsa com o ticker Brzp11, que é um fundo voltado aos investimentos no setor portuário e que já nasceu com um primeiro investimento, o Porto Itapoá.”

Em relação ao setor, como funciona a taxa de crescimento?

“O setor portuário é muito complexo e possui diferentes tipos de portos e de atores, por isso irei me ater a comentar sobre os portos de container, que movimentam, geralmente, cargas industrializadas”, salienta. “O movimento de container no Brasil surgiu na década de 50 com o objetivo de padronizar toda a cadeia logística de terra e de mar, já que antes as cargas eram transportadas em navios especializados ou em multicargas.”

“Isso nos permitiu ter hoje um fluxo comercial de itens industrializados muito mais simples, barato e maior do que poderíamos ter se o container não existisse”, afirma Propheta. “Essa mudança no cenário portuário gera uma tendência de avanço do setor de container independente do crescimento econômico da região ou do crescimento global em si.”

Dentre os portos presentes no Cluster Sul, Portonave, Itajaí e Paranaguá, quais são os principais diferenciais competitivos do Porto Itapoá?

“O Porto Itapoá fica na Baía da Babitonga, onde está localizado o município de São Francisco do Sul e o de Joinville, com isso o terminal se aproxima de uma região muito significativo do ponto de vista econômico e ainda permite que navios de grande porte atraquem no seu píer. O terminal também encontra-se em um local importante para o escoamento de diversas cargas, como as frigorificadas, por exemplo”, explica.

“Além disso, mais uma grande vantagem é a existência de uma via de acesso praticamente dedicada ao porto, que chega ao terminal sem passar por nenhuma área vital urbana. O Porto foi construído em um espaço que não era tradicionalmente portuário, portanto os projetos de expansão tanto do Porto como de empresas e operadores logísticos possuem um grande extensão e possibilidades para que se posicionem.”

Quais são as perspectivas para futuro do Porto Itapoá?

“O Porto Itapoá vem apresentando um crescimento constante desde que passou a ser operacional, em 2011, e têm se desenvolvido significativamente em conjunto com a área ao redor do mesmo. A perspectiva é que esse avanço continue, assim como queremos atrair cada vez mais cargas e clientes novos para ampliar a ocupação do terminal.”

“Atingindo esse objetivos, a rentabilidade cresce, podemos diluir os custos e aumentar as margens, além de ter a possibilidade de trazer mais rentabilidade para os investidores.” 

Existe a pretensão de adquirir outro ativo?

“O fundo tem a possibilidade de buscar novos ativos, mas isso dependeria de fazermos novas ofertas. Em um curtíssimo prazo não tem nada me vista, apesar de ser uma opção que nós não descartamos.”

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas