- Publicidade -

JBS reporta lucro líquido de R$ 3,1 bi e marca crescimento de 778,2% em relação ao 3T19

Nesta quinta-feira (12) a JBS anunciou os resultados referentes ao terceiro trimestre. A companhia apresentou um lucro líquido de R$ 3,1 bilhões, crescimento de 778,2% em relação ao 3T19. Já a receita da JBS do 3T20 atingiu R$ 70,1 bilhões, representando um avanço de 34,4% quando comparado ao 3T19, enquanto o EBITDA foi de R$ 8 bilhões, 35,0% superior quando comparado ao terceiro trimestre do ano anterior.

 Sendo assim, as linhas de receita foram impactadas positivamente com a desvalorização cambial no período, além da forte demanda de exportação de carne bovina, direcionados principalmente para o mercado chinês. Além disso, não podemos deixar de ressaltar o persistente surto de Peste Suína Africana que ainda assola o continente asiático e parte da Europa, e que acaba alavancando a demanda global por proteína bovina e multiplicando ainda mais as oportunidades para os players exportadores do nosso continente

Em relação ao endividamento da JBS, foi exposto um índice de alavancagem de 1,60x em dólares e de 1,83x em reais, enquanto apresenta uma disponibilidade total de R$ 31,2 bilhões, incluindo as linhas de crédito pré-aprovadas da Companhia, suficiente para pagamento de todo o endividamento até 2025. Vale ressaltar que a empresa demonstrou uma forte geração de caixa livre de R$ 5,2 bilhões (US$ 1,0 bi), 36,9% maior que no 3T19 e um fluxo de caixa operacional de R$ 7,7 bi (US$ 1,4 bi), 27,0% superior ao terceiro trimestre do ano passado.

A Seara conseguiu manter a tendência positiva dos últimos trimestres, ainda que a margem tenha sido impactada negativamente pelo aumento do custo de grãos. Já o EBITDA da Seara totalizou R$ 1,1 bilhão, o que representa um crescimento de 55,4% quando comparado aos R$ 705,3 milhões do 3T19. Esse resultado se deve ao aumento significativo do volume de vendas, a um melhor mix de mercados, canais e produtos e ao contínuo crescimento das vendas das inovações introduzidas desde 2019.

No entanto, a JBS Brasil viu a sua margem EBITDA apresentar uma queda em função da baixa disponibilidade de gado que resultou em um menor volume de processamento no trimestre e impactou o custo da matéria prima. Contudo, esse impacto foi parcialmente compensado pelo aumento do preço da carne bovina em ambos os mercados, doméstico e internacional.

A JBS USA Pork também reportou resultados bastantes expressivo neste semestre. A receita líquida totalizou US$ 5,3 bilhões, o que representa um recuo de 5,0% em relação ao 3T19 e o EBITDA da JBS USA Beef totalizou US$ 502,9 milhões. A principal contribuição para esse resultado foi na Austrália, com a baixa disponibilidade de gado impactando o volume de produção de carne bovina no país. Para além, a elevação temporária do spread bovino influenciado pelo incêndio na fábrica da Tayson Foods.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas