- Publicidade -

Petrobras: investidores cobram até R$ 60 bilhões em processos de arbitragem

Os acionistas alegam comunicação incompleta ao mercado por parte da estatal

A Petrobras está envolvida em cinco processos de arbitragem com investidores que buscam uma indenização por perdas decorrentes de eventual comunicação incompleta ao mercado por parte da petroleira. Caso todos os processos tenham decisão desfavorável para a companhia, o valor a ser pago pela estatal pode chegar a R$ 60 bilhões, segundo o Estadão. 

De acordo com o veículo, entre os casos estão investidores nacionais e estrangeiros. As arbitragens englobam centenas de investidores que tinham ações da estatal na época da Operação Lava Jato, que apontou práticas ilícitas da Petrobras. 

O mercado financeiro está atento ao tema porque não existem casos conhecidos de ressarcimento de danos aos investidores realizados diretamente por companhias no Brasil, apesar de ser comum em outros países.

Entre as alegações das arbitragens está  o argumento que a estatal mentiu sobre a situação das refinarias ao dizer ao mercado que estes ativos eram superavitários enquanto relatórios internos indicavam perdas. Os investidores também dizem que a petroleira divulgou que seus diretores eram escolhidos com base em qualificações técnicas, e não políticas.

As arbitragens ganharam atenção após um acordo fechado nos EUA, em 2018. O trato foi realizado para encerrar uma disputa judicial, que pagou indenizações aos investidores que compraram papéis da empresa no mercado americano. O valor foi de US$ 2,95 bilhões. 

A partir desse caso que se começou a estimar o tamanho do ressarcimento por aqui, que até agora está estimado em R$ 60 bilhões.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas