Bancos registram alta expressiva; Braskem cresce forte com novo preço-alvo e Petrobras tem avanço de 3%

As ações bancárias conseguiram registrar fortes ganhos na sessão desta segunda-feira (20), devido ao anseio de investidores sobre os resultados do terceiro semestre e a boa perspectiva do exterior em relação ao novo pacote de estímulos dos Estados Unidos.

Os bancos com altas mais expressivas na bolsa sobem entre 3% e 5%, são eles: Santander Brasil (SANB11), Bradesco (BBDC3;BBDC4), Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3).

Quem também marca pontos positivos é a Petrobras (PETR3;PETR4), impulsionada pela animação do mercado internacional. Apesar dos contratos futuros do Brent e do WTI terem caído hoje mais cedo, a possibilidade de ser firmado novos estímulos fiscais virou o placar para ganhos de mais de 1%.

A Braskem (BRKM5) segue o que especialistas tinham indicado e sobe significativamente após o Santander elevar a recomendação para o ativo de manutenção para compra, com novo preço-alvo de R$ 28 para o fim de 2021.

A CSN (CSNA3) comunicou que solicitou o registro para ofertas iniciais de ações da subsidiária CSN Mineração. Apesar de ter passado a abertura com poucas movimentações, as ações começaram a subir fortemente.

Indo em contramão as demais, a Vale (VALE3) opera perto da estabilidade, refletindo os resultados do minério de ferro.

Últimas Notícias

FMI diz que Brasil deve se preparar para esticar auxílios e estímulos à economia

O fim de estímulos econômicos, como o auxílio emergencial, e a persistência da pandemia do novo coronavírus, que incentiva o isolamento social,...

Radar de Mercado: Vale quebra sequência de ganhos; Braskem cai 4%; NotreDame, Qualicorp e Alliar avançam

Após o Ibovespa encerrar a véspera com o maior patamar desde a máxima em fevereiro, o pregão desta quarta-feira (2) é marcado...

PIB deve ter expansão recorde no 3º tri, mas não recuperará nível pré-crise

A economia brasileira deve crescer cerca de 9% no terceiro trimestre deste ano, uma variação recorde, mas insuficiente para recuperar todas as...

Produção industrial cresce em outubro pelo 6º mês consecutivo

A produção industrial brasileira cresceu 1,1% em outubro, o sexto mês seguido de alta, informou nesta quarta-feira (2) o IBGE (Instituto Brasileiro...
- Publicidade -

Notícias relacionadas

FMI diz que Brasil deve se preparar para esticar auxílios e estímulos à economia

O fim de estímulos econômicos, como o auxílio emergencial, e a persistência da pandemia do novo coronavírus, que incentiva o isolamento social,...

Radar de Mercado: Vale quebra sequência de ganhos; Braskem cai 4%; NotreDame, Qualicorp e Alliar avançam

Após o Ibovespa encerrar a véspera com o maior patamar desde a máxima em fevereiro, o pregão desta quarta-feira (2) é marcado...

PIB deve ter expansão recorde no 3º tri, mas não recuperará nível pré-crise

A economia brasileira deve crescer cerca de 9% no terceiro trimestre deste ano, uma variação recorde, mas insuficiente para recuperar todas as...

Acompanhamento BP Money: Ibovespa opera em queda, acompanhando bolsas globais após forte alta

O Ibovespa opera em leve alta na manhã desta quarta-feira (2), após uma disparada no pregão anterior. Anima...