- Publicidade -

‘BRZ tem possibilidade de investimento por muitos anos’, dizem Ricardo Propheta e José Rosa, sócios da empresa

Ao recomendarem o aporte de capital no fundo de investimento em participações de infraestrutura (FIP-IE) BRZ Infra Portos, Ricardo Propheta e José Rosa da BRZ Investimentos, destacam a rentabilidade e o potencial do Porto Itapoá, no qual o FIP-IE detém participação direta. Segundo eles, “o investidor que entra no BRZ tem possibilidade de investimento por muitos anos”.

E quais são os motivos? Os sócios apontam, por exemplo, que o Itapoá já se tornou um dos principais terminais de contêineres do Brasil e teve sua capacidade mais que dobrada. Com as projeções de crescimento pré-pandemia, eles afirmam que a capacidade do porto seria atingida apenas em 2025, abrindo espaço para operações sem a necessidade de novos investimentos.

Assim, Propheta e Rosa dizem que o investimento no BRZ traz grandes benefícios. “Quem aplica na BRZ está comprando participação num terminal que já é um dos maiores do Brasil, muito rentável, com investimentos para os próximos 5 anos e com possibilidades relativamente baratas para realizar novas expansões.” As projeções iniciais apontam para uma taxa interna de retorno de aproximadamente 13% para o fundo.

Além disso, eles dizem que, apesar da pandemia, as atividades estão sendo realizadas como o previsto anteriormente. “Os portos tiveram desempenho mais ou menos em linha com o que se esperava antes, e nós estamos seguindo o caminho planejado”. Por esses motivos, Propheta e Rosa consideram a alocação no BRZ um ótimo negócio.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas