- Publicidade -

Economista-chefe do TC, Fernanda Mansano, fala sobre Payroll e impacto americano na economia brasileira

Em conversa com a BP Money, a economista-chefe do TC, Fernanda Mansano, falou um pouco sobre o Payroll, que é um dos indicadores econômicos do mercado de trabalho dos Estados Unidos, e sobre os impactos na economia. 

A respeito das 49 mil vagas de empregos criadas nos EUA, a economista afirmou que o número ficou bem abaixo dos 80 mil esperados por analistas. Segundo ela, por um lado os relatórios acerca do mercado de trabalho mostram que setores, principalmente o de serviços, que foi bastante impactado pela crise da pandemia, estão voltando, aos poucos, ao ritmo de antes. 

Contudo, Mansano destaca que economia americana ainda é bastante prejudicada pela Covid-19, o que leva a uma manutenção reduzida da taxa de juros no país. 

“Os juros por lá não devem subir tão cedo, porque o banco central americano não olha somente para a inflação, o mercado de trabalho tem um peso muito grande também”, disse a economista. “O próprio presidente do banco já avisou que independente de alta na inflação, os juros não sobem sem estar alinhados ao mercado de trabalho.”

No Brasil, a head econômica do TC aponta que enquanto os juros nos EUA permanecerem baixos a política monetária brasileira seguirá sem elevar os níveis, em um reflexo do movimento adotado por lá.

Entretanto, mesmo acompanhando as decisões do Fed, “o cenário interno ainda é muito relevante para a discussão desses tópicos”, conclui Mansano.

Caso queira conhecer mais sobre a plataforma do TC, clique aqui.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas