Resumo Semanal: Ibovespa marca 2ª semana consecutiva em alta; mercado enfraquece com pausa na produção de vacinas contra covid-19

- Publicidade -

A semana foi marcada pelas altas consecutivas do Ibovespa, que atinge a segunda semana com saldo positivo do benchmark.

Com os últimos pregões apresentando saldos positivos, a preocupação com a situação fiscal do governo ficou em segundo plano para os investidores.

Já no exterior, a preocupação é com a vacina que estava sendo desenvolvida pela Johnson & Johnson e que teve que ser interrompida. A pausa é fruto de um paciente diagnosticado com uma doença inexplicada pelos médicos, após passar pelo teste clínico da vacina.

Segunda

Na segunda-feira (12), o Ibovespa estava fechado devido ao feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

Já nos Estados Unidos, o fundo de índice EWZ – que replica o Ibovespa – subiu 1,2%, acompanhando as altas das bolsas americanas, lideradas pelo setor de tecnologia.

Uma notícia que preocupou o mercado internacional foi o anúncio da interrupção na fabricação das vacinas contra a covid-19, que estavam sendo produzidas pela Johnson & Johnson. A pausa foi necessária pois, um paciente desenvolveu uma doença inexplicada depois de receber a profilaxia.

Terça

O Ibovespa fechou em alta na terça-feira (13), alavancado pelo ajuste em relação ao movimento dos ADRs (ações de empesas brasileiras negociadas nos Estados Unidos).

O bom desempenho da bolsa também foi reflexo dos papéis da Magazine Luiza (MGLU3), que já são responsáveis por 3,7% da carteira teórica do índice, e na terça, antes do desdobramento, dispararam 5,96%.

Foi a primeira vez desde 18 de setembro que o benchmark terminou uma sessão acima dos 98 mil pontos e o maior patamar de fechamento desde o dia 17 desse mesmo mês.

No cenário internacional, o mercado estava abalado e enfraquecido com a pausa nos ensaios clínicos da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson e pela Eli Lilly.

Quarta

Na quarta-feira (14), o Ibovespa encerrou em alta puxado por empresas do setor industrial e frigoríficos.

As bolsas internacionais passaram a maior parte do pregão da quarta em alta porém, viraram para queda após declarações do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin.

O secretário afirmou que dificilmente um acordo para o pacote de estímulos contra o coronavírus sairá antes das eleições presidenciais de 3 de novembro.

Ainda no exterior, a China e outros compradores proibiram importações de carne suína alemã em setembro, depois que casos de peste suína africana foram confirmados em javalis no estado de Brandemburgo, no leste da Alemanha.

Quinta

O Ibovespa encerrou em leve queda na quinta-feira (15), pela primeira vez na semana.

As altas de siderúrgicas, de frigoríficos como a JBS (JBSS3) e de algumas varejistas como Lojas Americanas (LAME4) e Hering (HGTX3), evitaram uma queda mais significativa da bolsa.

Em contrapartida, as ações que mais puxaram negativamente a bolsa foram de empresas ligadas a commodities como Petrobras (PETR3; PETR4), Vale (VALE3) e PetroRio (PRIO3).

No exterior, os investidores seguiram desanimados com a falta de progresso no acordo entre democratas e republicanos para o pacote de estímulos para a economia americana.

Sexta

O Ibovespa encerrou em queda na sexta-feira (16), entretanto, a perda não descredibilizou a 2ª semana consecutiva de alta do índice brasileiro, que manteve alta de 0,85% nesta semana.

O resultado positivo dessa sexta ficou por responsabilidade das ações da Petrobras (PETR3; PETR4) e de bancos, que pressionaram a bolsa.

No mercado internacional, leves ganhos foram registrados em decorrência ao anúncio da Pfizer de que poderia se inscrever, já no final de novembro, para o uso emergencial de sua vacina contra o coronavírus.

Na Europa, a fabricante de automóveis Daimler e a LVMH Moët Hennessy e algumas produtoras de marcas de luxo como Louis Vuitton e Dior, alavancaram o mercado e fizeram com que as principais bolsas fechassem em altas superiores a 1%.

No Reino Unido, o prazo feito para fechar um acordo sobre o comércio com a União Europeia após o Brexit expirou, e Boris Johnson, o primeiro ministro do Reino Unido, ameaçou desistir da proposta. Mesmo com essa declaração, o ministro não rompeu as negociações até o final desta semana.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Entenda como produção recorde de grãos impacta positivamente o balanço da Cosan Logística (RLOG3)

A Cosan Logística foi criada em 2014, tendo como objetivo administrar participações societárias em empresas do setor de infraestrutura, tais como logística,...
- Publicidade -

França atinge um milhão de infecções por covid-19

A França atingiu a marca de um milhão de casos de cobid-19 nesta sexta-feira (23). No total, o governo francês registra 1.041.075...

Ministro do STF propõe validar imposto sobre heranças transmitidas no exterior

Relator de uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) envolvendo a tributação de heranças e doações realizadas no exterior, o ministro Dias...

Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (23) a importação de 6 milhões de doses da vacina Coronavac, que...
- Publicidade -

Notícias relacionadas

Resumo Semanal: Resultados positivos no terceiro trimestre animam mercado; investidores aguardam conclusão do acordo de estímulos americano

A semana foi marcada pela euforia do mercado diante de expectativas positivas sobre os resultados das empresas no terceiro trimestre. Outro fato...

Fechamento BP Money: Após passar últimos pregões em alta Ibovespa encerra em queda; dólar bate R$ 5,62

O Ibovespa encerrou em queda nesta sexta-feira (23) após passar as últimas 4 sessões dessa semana em alta. A baixa de hoje...

Compra da Reserva faz ações da Arezzo avançarem 12%; Santander Brasil cresce 3%

O pregão desta sexta-feira (23) teve como destaque ações de um empresa fora do Ibovespa, a Arezzo (ARZZ3). Seus papéis tiveram um crescimento...

BDRs batem recorde de negociação no primeiro dia de liberação à pessoa física

Os BDRs (Brazilian Depositary Receipts), ações estrangeiras disponíveis na B3, bateram recorde de negociação na última quinta-feira (22), primeiro dia de acesso...
- Publicidade -