Acordo Mercosul-UE pode gerar ganho adicional de R$ 500 bi ao PIB

- Publicidade -

O acordo Mercosul-União Europeia pode adicionar ganho de R$ 500 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) do país em 15 anos, de acordo com a equipe econômica. O tratado de livre comércio é uma das prioridades do governo Bolsonaro, mas ainda encontra dificuldades para se concretizar.

Um dos entraves para firmar o acordo é a política ambiental liderada por Ricardo Salles, que vem sendo amplamente criticada em todo o mundo. A apresentação de resultados positivos de preservação do meio ambiente é uma das condicionantes impostas pelas instituições europeias.

Além do ganho adicional no PIB, há a estimativa de que a aprovação do acordo vai aumentar em R$ 1 trilhão as transações comerciais num prazo de 15 anos. No mesmo período, o volume de investimentos da Europa no país deve aumentar em R$ 450 bilhões.

Com uma eventual reprovação do acordo, o Brasil deixará de exportar US$ 9,9 bilhões, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em produtos industriais que poderiam adquirir vantagens com as reduções tarifárias propostas. Há, ainda, o temor de que empresários brasileiros percam preferência para outros fornecedores que já firmaram acordos com a Europa.

O governo está otimista quanto a aprovação do acordo e tem a expectativa de obter progresso no andamento das negociações até o meio do ano que vem. Apesar disso, alguns analistas afirmam que o Mercosul obteve menos que o esperado nos últimos 20 anos de negociações. Dentre os países se opondo ao fechamento do acordo, estão Holanda, França e Irlanda.

No cenário atual, somente 24% de nossas exportações ingressam na União Europeia livres de taxas. Com o acordo, 92% das exportações do Mercosul poderão entrar sem tarifas no bloco, enquanto 91% das importações europeias seriam liberalizadas para o Mercosul num prazo de 15 anos.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Governo planeja medida para liberar R$ 1,4 bilhão para execução de obras no ano que vem

Os ministros da Economia, Paulo Guedes, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, estão estudando formas de driblar a escassez de recursos do...
- Publicidade -

EUA registra recorde de novos casos de covid-19 e doença se espalha pelo território americano

Os Estados Unidos reportaram 83.757 novos casos de covid-19 na última sexta-feira (23), um recorde de contaminações diárias, de acordo com dados...

Não satisfeito em destruir o ambiente, resolveu destruir o governo, diz Maia sobre Salles

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), entrou neste sábado (24) na briga pública do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, com...

Senado marca votações da agenda econômica para antes das eleições

O Senado Federal adicionou à pauta da Casa para antes das eleições a votação de projetos da agenda econômica. A decisão ocorre...
- Publicidade -

Notícias relacionadas

Governo planeja medida para liberar R$ 1,4 bilhão para execução de obras no ano que vem

Os ministros da Economia, Paulo Guedes, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, estão estudando formas de driblar a escassez de recursos do...

EUA registra recorde de novos casos de covid-19 e doença se espalha pelo território americano

Os Estados Unidos reportaram 83.757 novos casos de covid-19 na última sexta-feira (23), um recorde de contaminações diárias, de acordo com dados...

Senado marca votações da agenda econômica para antes das eleições

O Senado Federal adicionou à pauta da Casa para antes das eleições a votação de projetos da agenda econômica. A decisão ocorre...

França atinge um milhão de infecções por covid-19

A França atingiu a marca de um milhão de casos de cobid-19 nesta sexta-feira (23). No total, o governo francês registra 1.041.075...
- Publicidade -