- Publicidade -

‘Auxílio emergencial deve ser estendido por mais dois ou três meses’, afirma Guedes

Em meio a tentativa de combate à Covid-19 no Brasil, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a rodada de pagamentos do auxílio emergencial aos mais vulneráveis deve ser estendida pelo governo por mais dois ou três meses.

A declaração do ministro foi realizada nesta terça-feira (8), durante participação remota em um evento promovido pela Frente Parlamentar do Setor de Serviços.

“Possivelmente vamos estender agora o auxílio emergencial, mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí”, disse Guedes.

“Os governadores estão dizendo que em dois ou três meses a população brasileira adulta vai estar toda vacinada, então nós vamos renovar por dois ou três meses.”

A pretensão do governo, de acordo com ele, é implementar um novo Bolso Família ao fim do pagamento das parcelas do auxílio.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas