- Publicidade -

Balança comercial brasileira reporta superávit recorde de US$ 10,349 milhões

O resultado positivo foi puxado pela demanda mundial por minério de ferro e alimentos.

Em abril, a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 10,349 bilhões, com corrente de comércio de US$ 42,612 bilhões. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, na segunda-feira (3).

Os números representam o maior superávit mensal desde o início da série histórica, em 1989. Anterior a este, o maior havia sido registrado em julho do ano passado, com US$ 7,601 bilhões, correspondendo a uma elevação de 35,5%.

As exportações do mês de abril acumularam o montante de US$ 26,481 bilhões e as importações, US$ 16,132 bilhões. Na totalidade de 2020, as importações somaram US$ 63,873 bilhões e as exportações, US$ 82,13 bilhões. De acordo com o Metrópole, foi com saldo positivo de US$ 18,257 bilhões e corrente de comércio de US$ 146,003 bilhões.

O bom resultado foi impulsionado pela demanda mundial por alimentos e minério de ferro. Para o Brasil, a alta do dólar tornou as vendas externas mais rentáveis. Com destaque na exportação da soja, como diz o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão: “A demanda mundial aquecida, com preços em alta, e um embarque de soja mais concentrado são os principais fatores que favoreceram o resultado [das exportações] de abril”.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas