- Publicidade -

Paulo Guedes defende imunização coletiva para evitar nova queda da economia

Para o ministro, o Brasil tem sido relativamente bem sucedido no enfrentamento à crise. Vacinas serão fundamentais para a estabilidade.

Após se reunir com o relator da PEC Emergencial na Câmara, deputado Daniel Freitas (PSL-SC), Paulo Guedes defendeu a vacinação em massa contra o covid-19 como medida para conter uma nova desaceleração econômica.

“Isso é a coisa mais importante que nós temos agora. O presidente sempre falou, a economia e a saúde andam juntas. Então, é a vacinação em massa, se não a economia não sustenta, ela volta a cair ali na frente”, disse o ministro. “O Brasil tem pressa”.

Perguntado sobre a PEC, Guedes disse que é o Congresso quem dá o direito do governo gastar. “O programa já estava pronto, já sabemos como tínhamos que agir, mas ao mesmo tempo precisávamos dessa licença”.

Segundo o Investing.com, o ministro afirma não haver novidades para o Congresso agora.

O Ministro não entrou em detalhes sobre os próximos passos, mas elogiou os protocolos de controle da pandemia adotados pelo governo e o desempenho econômico.

Apesar da queda brusca do PIB, a economia brasileira encontra-se entre as que menos caíram no período de 2020 – rankeada na 21ª colocação entre os 50 países analisados pela Austin Rating.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas