- Publicidade -

Elas em Destaque: Diana Gomes

No dia 08 de março é celebrado o dia internacional da mulher! Em comemoração a esta data tão especial e significativa, a BP Money preparou uma série de entrevistas com mulheres inspiradoras! 

A primeira entrevistada da semana é Diana Gomes, uma das primeiras mulheres do Nordeste a tirar as certificações mais avançadas de especialista em investimentos. Além disso, ela também possui MBA em finanças pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), atua como assessora de investimentos e é sócia de um dos maiores escritórios de investimentos do Brasil, com mais de 10 anos no mercado, a BP Investimentos, escritório credenciado XP.

Durante a entrevista, Diana contou um pouco da sua história, o preconceito que sofreu por trabalhar no mercado financeiro e a presença feminina na Bolsa de Valores.

Confira a entrevista:

Como foi para você ser um símbolo de liderança feminina dentro do mercado financeiro há 10 anos?

Em 2009, quando entrei no mercado financeiro, era bem incomum as mulheres participarem desse mercado. Mesmo quando o dinheiro era da mulher, normalmente era o marido que administrava. Eu quase não tinha clientes mulheres. Além disso, passei por muito preconceito, do tipo: ”não, pra cuidar do meu dinheiro tem que ser um homem, mulher não entende de mercado”, ou “mulher tem que comandar fogão e não carteira de investimentos, o que você esta fazendo ai?” e até perder clientes por não “corresponder a segundas intenções”. Entretanto, nunca me deixei abalar por isso, sempre fui ciente da minha capacidade e impus a minha presença e conhecimento. Fui uma das primeiras mulheres do Nordeste a tirar as certificações mais avançadas de especialista em investimentos e fui provando o meu valor com trabalho. Acredito que tudo isso de guerra entre mulheres e homens é besteira, porque independente de você ser mulher ou homem, se você se dedicar, estudar, trabalhar e focar, os seus resultados serão positivos.

Como você enxerga a presença feminina no mercado financeiro?

Hoje fico muito feliz em ver o aumento da participação das mulheres, tanto em referência como especialistas em investimentos, como o número de investidoras que cresce a cada ano.

As quais razões você atribui esse crescimento do número de investidoras na Bolsa de Valores?

Acredito que cada vez mais as mulheres estão assumindo a postura de líderes nas suas vidas, e isso passa pela vida financeira. As mulheres estão mais independentes e buscando aprender cada vez mais. Além disso, a queda na taxa de juros e a consequente busca por melhores rentabilidades contribuiu pra essa migração de perfil conservador pra um perfil mais agressivo.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias relacionadas