Nova tentativa

Braskem (BRKM5): Governo estuda Mantega para Conselho 

A Folha, citando "colaboradores do presidente Lula", afirmou que Mantega esteve na quarta-feira no Palácio do Planalto "para discutir seu futuro com o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa"

Braskem
Foto: Divulgação/Braskem

O governo federal estaria considerando a nomeação de Guido Mantega para integrar o conselho de administração da Braskem (BRKM5), de acordo com o jornal Folha de S.Paulo.

Segundo fontes mencionadas como “colaboradores do presidente Lula“, o jornal relatou que na quarta-feira (13), Guido Mantega esteve no Palácio do Planalto para dialogar sobre seu futuro com o ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa. Vale destacar que o mandato de 10 dos 11 membros do conselho da Braskem expira em abril.

A Braskem divulgou um comunicado ao mercado, na noite de quinta-feira (14), informando que, de acordo com a legislação em vigor, os membros do conselho de administração eleitos pelos acionistas e classificados como conselheiros independentes não terão seus votos vinculados de forma alguma aos termos do acordo de acionistas.

A empresa mencionou alterações nas regulamentações que regem as companhias abertas, exigindo que os conselhos de administração tenham pelo menos 20% do total de conselheiros reconhecidos como independentes.

Braskem (BRKM5): CPI aprova quebra de sigilo bancário

CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Braskem (BRKM5) aprovou a quebra de sigilo bancário, de 2022 a 2024, de Mauro Henrique Moreira Sousa, diretor-geral da ANM (Agência Nacional de Mineração). 

Os requerimentos aprovados envolviam quebras de sigilo, acareação, convocações, convite e pedidos de informações relacionados a Braskem (BRKM5). 

O relator da CPI, senador Rogério Carvalho (PT), acredita que Sousa “tem agido com o objetivo de tumultuar os trabalhos” do colegiado e encaminhar “informações incompletas ou dificultando o acesso a elas”, conforme foi antecipado pelo “InfoMoney”.