Bancos em alta

Ibovespa fecha valorizado após dados do IPCA de junho; dólar cai

O Ibovespa fechou a sessão desta quarta-feira (10) com alta de 0,09%, aos 127.218,24 pontos; o dólar caiu, a R$ 5,41.

Foto: Unplash / Ibovespa
Foto: Unplash / Ibovespa

O Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, fechou a sessão desta quarta-feira (10) com alta de 0,09%, aos 127.218,24 pontos. O dólar comercial caiu 0,02 %, a R$ 5,41.

A indicador mais esperado pelo mercado brasileiro nesta sessão, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), foi o que motivou o bom desempenho do Ibovespa. Os dados de junho foram melhores do que o esperado, com aumento de 0,21%, enquanto a expectativa era de 0,32%.

O Gráfico DXY, índice do dólar nos EUA, não teve força para seguir um rumo diferente da moeda a redor do mundo e também cravou uma queda de 0,10%, a US$ 105,02.

“Junto com isso, também tivemos o discurso do Jerome Powell, presidente do Fed [Federal Reserve]. Aquele mesmo discurso sempre, que fala muito, mas no final não pode dizer claramente nada, porque é um momento de batalha pré-eleitoral”, indicou Rodrigo Cohen, analista de investimentos e co-fundador da Escola de Investimentos.

“Com a queda nos juros futuros, refletindo um IPCA abaixo do esperado e que foi visto de forma muito positiva, empresas do setor de construção e varejo sobem. Nesse contexto, entre as principais altas, temos Cyrela (CYRE3) e Eztec (EZTC3)”, disse ele.

A alta da Magalu (MGLU3) vem por conta da elevação de recomendação pelo banco Safra, saindo de neutra para compra.

Cohen avaliou que, entre as quedas do Ibovespa, a Cemig (CMIG4) cai devido à retomada de discussão sobre uma possível federalização da companhia no plano de reestruturação da dívida do Estado de Minas Gerais com a União.

A Locaweb (LWSA3) liderou os ganhos do Ibovespa, avançando 3,56%. Logo atrás, Eztec (EZTC3) e Rumo Log (RAIL3) registraram altas de 3,19% e 2,66%, respectivamente.

Já na ponta negativa, Azul (AZUL4) liderou as perdas, caindo 4,83%. Em seguida, vieram CVC (CVCB3)  e Natura (NTCO3), com perdas de 1,86% e 1,83%.

Altas e Baixas do Ibovespa: Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4) despencam

No setor petrolífero, as ações da Petrobras (PETR3;PETR4) recuaram 0,29% e 0,94%, respectivamente. Prio (PRIO3) valorizou 0,13%.

Entre as mineradoras e siderúrgicas, a Vale (VALE3) caiu 1,35%. Gerdau (GGBR4) registrou baixa de 0,17%. Usiminas (USIM5) desvalorizou 1,25%.

No setor bancário, Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3) operaram com alta de 1,06% e 1,56%, respectivamente. Bradesco (BBDC4) e Santander (SANB11) com valorização de 1,69% e 3,37%, em sequência.

Entre as varejistas, Magazine Luiza (MGLU3) caiu 0,30%. Diferente da Magalu, as ações das Lojas Americanas (AMER3) avançaram 11,59%. Casas Bahia (BHIA3) desvalorizou 1,91%.

Índices do exterior fecharam em alta

Os principais índices europeus tiveram desempenhos de forte valorização nesta quarta-feira (9). O índice DAX, de Frankfurt, valorizou 1,05%, enquanto o CAC 40, de Paris, avançou 0,86%. Já o índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,93%.

Em Wall Street, os índices S&P 500 e Nasdaq avançam 1,02% e 1,18%, respectivamente. Já o Dow Jones avançou 1,09%.