Bolsa

Raízen anuncia IPO que pode levantar até R$ 6,7 bi; período para entrar na oferta começa hoje

Redação BP Moneyem 21 de julho de 2021 17:27
  • Oferta pode captar até R$ 10,4 bilhões, o que a colocaria entre as maiores ofertas da história da B3

O prazo para que o pequeno investidor participe da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), da Raízen, sucroalcooleira dos grupos Cosan (CSAN3) e Shell, começa nesta quarta-feira (21). O período de reserva para entrar no IPO da joint venture vai até o dia 2 de agosto e a empresa estreia na Bolsa de Valores brasileira no dia 5 do mesmo mês, com o ticker RAIZ4.

A expectativa é que a Raízen possa chegar a levantar R$ 6,7 bilhões no IPO, considerando o ponto médio da faixa indicativa, que vai de 7,40 reais a 9,60 reais por papel.

Se as ações saírem pelo preço máximo e houver demanda suficiente para venda de lotes extras, a oferta pode captar até R$ 10,4 bilhões, o que a colocaria entre as maiores ofertas da história da B3. O maior IPO já registrado na bolsa foi o do Santander, em 2009, que levantou R$ 13,2 bilhões.

Relacionadas