Brasília

'Vamos superar até fim do ano o patamar do PIB de 2015', diz Paulo Guedes

Redação BP Moneyem 21 de julho de 2021 15:52
  • Em junho foi obtido o melhor resultado de arrecadação de impostos desde o mesmo de 2011
  • Guedes pretende retomar ao cenário de 2015 em que o indicador econômico registrava “níveis históricos”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, avaliou nesta quarta-feira que pretende recuperar ao patamar do Produto Interno Bruto (PIB) do ano de 2015, cenário em que o indicador econômico registrava “níveis históricos”, assim caracterizado pelo ministro.

Guedes reiterou que o governo vai adotar a medida de utilizar o aumento da arrecadação para que haja a redução de alíquotas, simplificando tributos. Em junho, totalizou em  R$ 137,169 bilhões a arrecadação de impostos e contribuições federais, este é o melhor resultado para o mês desde 2011.

"Mesmo se o Brasil parasse de crescer daqui para frente já teríamos esse nível de arrecadação atingido e, portanto, sustentável", acrescenta o ministro.

 O desempenho representa um aumento real (descontada a inflação) de 46,77% na comparação com o mesmo mês de 2020. No acumulado do primeiro semestre, as receitas somaram R$ 881,996 bilhões, gerando uma alta real de 24,49% ante 2020 e o melhor resultado da história para o período.

Segundo o chefe da pasta, o resultado de junho só não foi melhor que o do mesmo mês em 2011 devido aos pagamentos do Refis naquele ano. Ele lembrou que janeiro de 2021 não teve resultado melhor que o de janeiro de 2020 porque a economia já estava decolando no começo do ano passado. "Todos os outros meses, de fevereiro a maio, e a soma do primeiro semestre, registram um recorde histórico. O PIB realmente já está chegando ao nível que estava em 2015. A recuperação foi em V e temos certeza de que vamos superar substancialmente o patamar em que estávamos presos até 2015", acrescentou.

Relacionadas