Política

Lula cogita criar Ministério das Micro e Pequenas Empresas

A nova pasta serviria para acomodar partidos do bloco de partidos do chamado Centrão

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), avalia a criação do Ministério das Micro e Pequenas Empresas, segundo publicado pelo blog de Daniela Lima, do G1. De acordo com a jornalista, a nova pasta serviria para acomodar partidos do bloco de partidos do chamado Centrão. 

Ainda segundo a publicação, a secretaria dedicada aos pequenos negócios, hoje no MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio), seria separada da pasta e robustecida com outras atribuições e talvez até uma agência.

O MDIC é chefiado hoje pelo vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), que manifestou a Lula estar à disposição para colaborar com o rearranjo da base, inclusive abrindo mão do ministério. Mas o presidente disse a aliados que não quer deslocar o vice, a quem pretende preservar de desgaste e tem feito elogios.

Com a criação do ministério, um segundo espaço na Esplanada seria ofertado ao PP e ao Republicanos, como forma de ampliar o apoio do governo no Congresso.

Presidente do Sebrae aprova ideia

O presidente nacional do Sebrae, Décio Lima, avaliou como extremamente positiva a possibilidade da criação de um ministério para as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais (MEI).
 
“Isso é fundamental para que nós possamos proteger os pequenos negócios e fazer com que esse setor cresça. São os pequenos que promovem a economia do nosso país. Portanto, essa é uma notícia maravilhosa: a inclusão desse setor, como já tem sido desde janeiro deste ano, como prioridade na governança do Brasil e na economia do país”, afirmou Décio Lima.

 
Ele destacou que essa é a confirmação da importância das MPE para o governo. “Essa notícia é prova do reconhecimento que já existe, por parte do presidente Lula, do papel estratégico deste setor no desenvolvimento do nosso país, que gera 55% dos empregos e representa 99% dos registros de pessoas jurídicas”, ressaltou.